As principais tendências de UI/UX para 2021 que você não pode perder

Novas listas de tendências de design de UI / UX aparecem todos os anos. Contudo, depois que a maioria dos profissionais de UX começam a seguir esta ou aquela tendência, inevitavelmente ela torna-se ineficaz por  supersaturação.   Portanto, é primordial  para os designers conferí-las frequentemente para oferecer algo novo para seus clientes. Do mesmo modo, é uma fonte constante de novas ideias para os responsáveis pelo desenvolvimento e atualização de marcas.

Banner de artigo com pessoas trabalhando em um site

Muitas vezes esses termos são utilizados de forma trocada, como se significassem a mesma coisa.  Afinal, ambos os elementos são cruciais para um produto e funcionam em conjunto. Porém, apesar da interconexão direta entre eles, as funções de cada um são bastante diferentes. Além disso, referem-se a aspectos distintos do processo de desenvolvimento de produtos e da disciplina de design. Abaixo explicaremos mais sobre as particularidades de cada um.

UX ou experiência do usuário

O design UX refere-se ao termo “ design de experiência do usuário ”. Essencialmente, a UX se aplica a qualquer coisa que possa ser experimentada – seja um site, uma máquina de café ou uma visita ao supermercado.

A parte “experiência do usuário” refere-se à interação entre o usuário e um produto ou serviço. O design da experiência do usuário , então, considera todos os diferentes elementos que moldam essa experiência. Dessa forma, um designer de UX pensa em como a experiência faz o usuário se sentir e o quão intuitivo será para ele realizar as tarefas desejadas.

Por exemplo: Quão fácil é o processo de checkout ao fazer compras online? É fácil para você pegar aquele descascador de vegetais? Seu aplicativo de banco online facilita o gerenciamento do seu dinheiro? O objetivo final do design da UX é criar experiências agradáveis ​,​fáceis, eficientes, relevantes e abrangentes para o usuário.

Em suma, é importante lembrar o seguinte:

  • Em primeiro lugar que o design da experiência do usuário é o processo de desenvolver e melhorar a qualidade da interação entre o usuário e os diversos canais de comunicação de uma empresa; 
  • E em segundo lugar que o  design de experiência do usuário é, em teoria, uma prática não digital (ciência cognitiva), mas usada e definida predominantemente pelas indústrias digitais.
  • Acima de tudo  o UX não é sobre recursos visuais. Seu foco é na sensação geral da experiência.

UI ou interface do usuário

UI  vem do termo em inglês User Interface, em português interface do usuário. Enquanto a experiência do usuário é um conglomerado de tarefas focadas na otimização de um produto para uso eficaz e agradável, o design da interface do usuário é seu complemento. Ele trata tanto da aparência como da apresentação e do mesmo modo da interatividade de um produto. 

Ao contrário da UX, o design da interface do usuário é um termo estritamente digital. Sendo assim, uma interface de usuário é o ponto de interação entre o usuário e um dispositivo ou produto digital. Por exemplo, como a tela sensível ao toque do smartphone ou o touchpad que você usa para selecionar o tipo de café que deseja da máquina de café. Em relação a sites e aplicativos, o design da IU considera a aparência, a sensação e a interatividade do produto.

Dessa forma, é tudo uma questão de garantir que a interface do usuário de um produto seja a mais intuitiva possível, e isso significa considerar cuidadosamente cada elemento visual e interativo que o usuário possa encontrar. Ou seja, um designer de UI pensará sobre ícones e botões , tipografia e esquemas de cores, espaçamento, imagens e design responsivo. Em síntese:

  • O design da interface do usuário é uma prática puramente digital. Ele considera todos os elementos visuais e interativos de uma interface de produto – incluindo botões, ícones, espaçamento, tipografia, esquemas de cores e design responsivo;
  • O objetivo do design de UI  é guiar visualmente o usuário através da interface de um produto. É tudo sobre como criar uma experiência intuitiva que não exija que o usuário pense muito;
  • O design da IU transfere os pontos fortes e os recursos visuais da marca para a interface de um produto, garantindo que o design seja consistente, coerente e esteticamente agradável.

Principais tendências de design UX de 2021

1. Cada vez mais remoto e virtual

castelo saindo da tela de um celular, mostrando realidade virtual
Está cada vez mais comum ver aspectos digitais no mundo real.

2020 foi um ano que ninguém poderia ter previsto. Todos os aspectos remotos, desde trabalhar em casa até a nova onda de realidade virtual, estiveram entre as principais tendências de design de 2020 e permanecerão assim no próximo ano de 2021 e além.

Tanto a realidade virtual – RV como a realidade aumentada – RA abriram caminho para a saúde, educação e arte aos trancos e barrancos no início de 2020, por necessidade. Embora seja um fato de que muitas empresas tentaram aplica-las  no passado e fracassaram, o fato é que nunca foi bem o que pensávamos o que elas poderiam ser. A pandemia foi o gatilho que fez com que  a sociedade parasse de perceber essas tecnologias como sendo apenas para entretenimento. Aqui a necessidade impôs a inovação.

O mundo já vinha se movendo em direção a execução de varias atividades da vida,  de remota.  Durante as duas últimas décadas assistimos o crescimento vigoroso tanto do ensino a distância como do home office, por exemplo.  O vírus apenas deu um empurrão, comprimindo o que levaria 10 anos para o período de 6 meses.

Na nova realidade, o formato das apresentações interativas foi ressuscitado. Agora é normal acompanhar um projeto, desenvolver um produto, ou fazer uma apresentação de slides no Zoom ou Skype. Nesse sentido, há muitas  abordagens propostas para a interação remota. No ano passado, uma startup a Pitch, criou um produto para  a apresentações  colaborativas. Ela já arrecadou US $ 30 milhões.

Também há muito conteúdo feito para RV no Youtube. O Facebook está cada vez mais sério em relação à RV e RA . Existem aplicativos de viagens que utilizam a  RV de forma interativa.  Além disso há também  aplicativos que utilizam a RA para criar obras de arte tridimensionais,  fazer o designer de interiores, visitar museus, jogar , estudar e muito mais.

Apesar disso...

Como a RV e RA são tendências de design relativamente novas, há uma certa falta de padrões para o  desenvolvimento  de produtos digitais que as utilizem. Da mesma forma ainda é um desafio a compatibilidade entre projetos de RV e RA. Como resultado da ausência de uma linguagem comum o processo de desenvolvimento se torna muito mais lento e oneroso. No entanto, é apenas uma questão de tempo para vermos grandes evoluções nesta frente.

2. Inteligência artificial

Site Netflix mostrando personalização para usuários
Graças à inteligência artificial fica muito mais fácil recomendar conteúdo relevante para você.

O aprendizado de máquina eliminou uma boa parte do trabalho que tínhamos que fazer para adaptar nossos projetos aos usuários finais. Há apenas dois anos, costumávamos pensar em todos os resultados possíveis que um usuário desejaria e projetar processos de integração que nos fornecessem uma boa quantidade de informações e garantissem que não as perdêssemos no processo. Definitivamente exigia um pouco de esforço mental.

Agora, ao invés de trabalhar todas as opções possíveis dia e noite, a IA já consegue personalizar o serviço e assim que o usuário utilizar a plataforma. Este processo de personalização aumenta as conversões para os clientes e torna a experiência de UX muito, muito melhor, com uma fração do trabalho realizado.

Esse aprendizado de máquina está sendo implementado em qualquer lugar. Alguns ótimos exemplos dessa implementação de IA são as escolhas musicais semanais do Spotify e as escolhas de filmes da Netflix . Ambos os serviços possuem aprendizado de máquina integrado para gerar sugestões sob medida para o usuário. Isso não apenas ajuda os usuários a se sentirem mais próximos do produto e gera entusiasmo, mas também economiza muito tempo do designer e do usuário.

3. Priorizando acessibilidade

pessoa digitando em braile
Leve em conta que sua plataforma será acessada pelas mais diversas pessoas.

Acessibilidade não é mais uma das principais tendências de UI/UX 2021. É uma necessidade.

Acessibilidade é uma prática de criar um serviço digital que pode ser usado pelo maior número de pessoas possível, especialmente para aquelas com necessidades especiais. Isso inclui usuários que requerem mais atenção, como portadores de alguma deficiência visual ou auditiva, de artrite reumatóide,  Asperger, dislexia ou usuários em idade avançada.

A pandemia de COVID-19 levou mais pessoas a fazer compras online, transmitir online e fazer coisas online. Alguns deles podem exigir ajuda e mais atenção. Em 2021, veremos um número maior de marcas que farão auditorias de acessibilidade para garantir que seus serviços digitais atendam a todos.  

Leia como o governo do  Reino Unido constrói acessibilidade com seu laboratório de empatia de acessibilidade .

Como tornar seu site mais acessível

Existem muitas formas de adaptar seu site ou aplicativo para ser mais acessível. Escolhemos aqui três práticas simples e de muita importância para muitos que podem utilizar sua plataforma.

Olho no contraste
Exemplos de contrastes
Procure dar o máximo de contraste ao texto.

O contraste de cores é um problema de acessibilidade da web frequentemente esquecido. Pessoas com baixa visão podem ter dificuldade em ler o texto de uma cor de fundo se ele tiver baixo contraste. Em um folheto informativo sobre deficiência visual e cegueira , a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 217 milhões têm deficiência visual de moderada a severa. Portanto, é fundamental considerar o contraste suficiente entre o texto e os fundos. Existem ferramentas como o Contrast Checker, que permitem que você teste opções de cores e verifique se haverão conflitos.

Também não baseie toda sua informação nas cores. Tente usar um indicador diferente de cor, como rótulos de texto ou padrões. Ao mostrar erros na tela, não confie apenas em texto colorido, adicione um ícone ou inclua um título à mensagem. Considere adicionar uma dica visual, como espessura da fonte ou estilo de texto sublinhado, ao texto vinculado em um parágrafo, para que os links se destaquem.

Escreva um texto alternativo útil para suas imagens e outros conteúdos não textuais

Pessoas com deficiência visual costumam usar leitores de tela para “ouvir” a web. Essas ferramentas convertem texto em fala para que a pessoa possa ouvir as palavras em um site.

Existem duas maneiras de apresentar texto alternativo.

  • Dentro do <alt> atributo do elemento de imagem.
  • Dentro do contexto ou ambiente da própria imagem.

Tente descrever o que está acontecendo na imagem e como isso importa para a história, em vez de apenas dizer algo como “imagem”, o contexto é tudo.

Suporte à navegação do teclado

A acessibilidade do teclado é um dos aspectos mais críticos da acessibilidade da web. Pessoas com deficiência motora, cegos que dependem de leitores de tela, pessoas que não têm controle muscular preciso e até mesmo usuários avançados dependem de um teclado para navegar pelo conteúdo.

Uma boa prática é testar seu site usando apenas um teclado. Use a tecla Tab para navegar pelos links e formulários. Teste usando a tecla Enter para selecionar um elemento. Verifique se todos os componentes interativos são previsíveis e estão em ordem. Se você pode navegar por todo o seu site sem um mouse, já terá dado um passo enorme em torná-lo acessível.

4. Escrita UX

Como a escrita UX facilita a interação do usuário
A escrita UX foca em tornar a interação do usuário mais fácil.

A escrita UX é novamente incluída como uma das principais tendências de UI/UX 2021.

À medida que mais funções e atividades de negócios estão se movendo online, é importante criar uma voz e uma linguagem de marca consistentes não apenas para seus usuários, mas também para seus stakeholders internos. A mesma voz da marca deve ser aplicada em todas as plataformas e dispositivos.

É quando chega a escrita de UX . A escrita de UX faz parte da estratégia de conteúdo de toda a empresa para garantir que os usuários sejam capazes de completar suas tarefas e ao mesmo tempo que a voz da marca seja consistente.

Recomendo a leitura de um outro artigo no nosso blog sobre Como elaborar um marketing de conteúdo realmente atraente. Não há como dissociar escrita UX de marketing de conteúdo.

Em 2021, veremos ainda mais prioridade dada à escrita UX.

5. Renovar a arquitetura da informação

Se os objetivos e motivações dos seus usuários mudaram enormemente em 2020, você não está sozinho.

Em 2020, a maioria das grandes marcas de consumo criou uma seção permanente em seus sites para apresentar atualizações, promoções e impactos relacionados ao COVID-19. Essa mudança é uma resposta à preocupação crescente dos usuários sobre o COVID-19.

À medida que as condições e os sentimentos de negócios se recuperarem em 2021, veremos um retorno à norma para os objetivos e motivações dos usuários?

Talvez não. Ainda podemos ver uma seção semipermanente relacionada ao COVID-19 em vez de uma seção permanente nos sites. Esta seção semipermanente garante que nenhum usuário fique de fora das últimas atualizações do COVID-19, ao mesmo tempo que dá aos usuários a flexibilidade de recolhê-lo se quiserem. 

6. VUI e pesquisa por voz

A interface de usuário de voz (VUI) ou busca por voz tem sido prevista por muitos como uma tendência de UX dominante há alguns anos. Temos visto uma maior adoção e avanços nas áreas de automação residencial , produtividade de escritório e comércio eletrônico desde o  ano passado. 

Em 2021, veremos mais adoções de comandos de voz no cotidiano, daí a necessidade de pesquisar e aprimorar consistentemente a experiência do usuário para VUI. O VUI ganhará mais importância como meio de interação com a tecnologia.

O UX está morto?

Infelizmente, a UX ainda não é percebida como uma necessidade para a maioria das empresas que não possuem uma estratégia digital adequada.

As consequências do surto de coronavírus estão afetando muitas empresas, especialmente as do setor de serviços. Como resultado, o orçamento da empresa para designers de UX, pesquisadores de UX ou projetos de UX foi cortado significativamente.

No entanto, este não é definitivamente o fim do caminho para a experiência do usuário.  A COVID-19 trouxe novas oportunidades relacionadas à experiência do usuário, tais como:

  • Abordar a acessibilidade em um serviço digital novo ou existente;
  • Melhorar o design de produtos e serviços;
  • Compreender as novas personas que não existiam antes da pandemia;
  • Envolver os usuários com uma nova estratégia de conteúdo pós COVID-19;
  • Adaptar-se às novas tendências de design UI/UX

Tendências de UI para 2021

1. Tom brilhante e colorido

Exemplo de arte com fundo branco

Uma combinação de cores correspondentes tem o potencial de melhorar muito a experiência do usuário (UX) de suas interfaces, enquanto uma combinação ruim afastará os usuários.

Conforme a situação do COVID-19 melhora em 2021, as empresas partirão para a adoção de tons brilhantes e coloridos para o design de seu site e aplicativo. Logo, para criar um lado animado para sua marca.

Como uma das principais tendências de design de UI em 2021, cores brilhantes serão amplamente adotadas para elementos de UI, como ícones, caixas, botões, etc. Para mostrar melhor as cores brilhantes, os designers preferirão usar um fundo branco puro.  

2. Imagens criativas e relevantes com um toque humano

Qual é a melhor maneira de atrair usuários para o seu conteúdo do que uma imagem marcante e criativa? Em 2021, uma imagem que mostre pessoas ou interação humana agregará mais valor do que o normal, depois de todos os bloqueios em 2020.

Certifique-se de que suas imagens sejam relevantes para o seu conteúdo e devidamente atribuídas, especialmente para seus usuários impacientes.

3. Natureza e sustentabilidade

Muitos países estão priorizando a  questão da “ emergência climática ”. Natureza e sustentabilidade são um grande tópico em 2020 e se tornará uma das principais tendências de design de UI em 2021 e além.

Marcas amigas do ambiente que estão se tornando verdes provavelmente farão campanhas frequentes com temas de natureza e sustentabilidade. Em 2021, os usuários provavelmente serão mais atraídos pela natureza depois de ficarem em casa e trabalharem em casa por tanto tempo.

4. Cartões de múltiplas dimensões fixas

amostras de widgets em telas de celular
Prepare-se para montar widgets do seu aplicativo.

Uma das maiores melhorias que vem com o iOS 14 é o widget personalizável. Os widgets permitem a exibição dos principais conteúdos do aplicativo no iPhone, iPad e Mac.

Os widgets vêm em 3 cartões de tamanhos pequeno, médio e grande. Depois de escolher um widget, os usuários entram em um modo de edição onde podem escolher entre os tamanhos pequeno, médio ou grande.

Os designers de UX para iOS precisarão projetar cartões para 3 tamanhos diferentes daqui para frente. Alguns pontos principalmente devem ser observados:

  • O widget não é um atalho para o aplicativo;
  • É melhor exibir conteúdo relevante relacionado ao seu aplicativo. Por exemplo, temperatura (para um aplicativo de clima), status do jogo (para um aplicativo de jogo), compromissos futuros (para um aplicativo de agendamento), etc.;
  • Acima de tudo o widget deve ter uma boa aparência tanto no modo claro quanto no escuro. Evite usar uma fonte de cor escura em um fundo claro para o modo escuro e vice-versa.

5. Tipografia grande

Site com tipografia grande
Site com tipografia grande

Em 2021, não tenha medo de usar grandes tipografias para seu site ou página de produto! Desde que os textos sejam relevantes, capazes de chamar a atenção e agregar valor às suas marcas.

Você também pode usar uma tipografia grande entre seus artigos para destacar frases cativantes, citações, dados importantes, fatos ou declarações resumidas.

6. Design em movimento

Erro 404 animado com cachorro
Erro 404 animado com cachorro

Usuários de todas as idades e gerações gostam de assistir a histórias animadas e envolventes assim como interagir com telas animadas. Combinando uma interface minimalista com elementos arrojados e interessantes, você pode atrair usuários e manter as coisas claras e informativas.

Haverá cada vez mais animações em 2021. Tanto as de interface (micro animações de botões e transições) quanto as de marketing de tamanho grande, incluindo 3D. Principalmente agora que parece que a tecnologia finalmente cresceu e tudo indica veio para ficar.

Microinterações

Microinterações merecem uma menção separada. Hoje em dia é mais difícil surpreender alguém com grandes animações, por isso agora é mais aconselhável usar pequenos elementos animados para encorajar o usuário. Eles mostram a mudança de estado e ajudam os usuários a navegar. Microinterações são usadas para:

  • mudança de cor para diferentes estados do aplicativo;
  • visualização de carregamento do site;
  • animação de transições entre páginas;
  • reação ao pressionar os botões.

Atente-se e você verá mais e mais experimentos com botões animados em 2021.

Conclusão - O que nunca sai de tendência: Pensamento crítico

O design é cíclico. Novas tendências em design de UI / UX surgem todos os anos, então haverá muitas repetições e muitas coisas do passado estarão de volta. Como alguns preveem o retorno da Bauhaus em 3-4 anos. Outros designers e estúdios estão em busca de uma nova abordagem para substituir o Flat.

Depois de tudo o que foi dito acima, resta destacar uma tendência de design de UI / UX que nunca sairá de moda – pensamento crítico e relevância do design. Ou seja, se algo é tendência no design, então tem o direito de viver, sua lógica e perspectiva de desenvolvimento. O design é um meio, não um fim. Deve haver algo mais por trás disso. O design é uma linguagem visual com a qual você comunica o valor de um produto. Quando você conhece o idioma, deseja criar algo que valha a pena com ele. O mesmo acontece com o design.

Conte com o time  de User Experience da Wedoiti para atuar na melhoria contínua da experiência dos seus usuários de produtos e serviços digitais do seu negócio.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Parceiros e comunidades

Quer saber como podemos ajudá-lo na sua jornada digital ?

Algumas das comunidades em que estamos engajados

Rolar para cima
logotipo da wedoiti

Deixe seus dados que entraremos em contato