A criação de uma marca memorável em 10 passos

Envolver o seu público com conceitos e ideias é o grande encanto na criação de uma marca. A marca de uma empresa é, com certeza, um dos seus ativos mais valiosos. Desenvolver uma marca forte e lembrada é uma tarefa muito desafiadora e de constante dedicação.

Criação de marca

A criação de uma marca é um processo complexo. Vai muito além da simples instituição da sua linguagem visual. Dessa forma, uma marca memorável deve carregar todos os atributos e benefícios do seu produto ou serviços.

Conhecemos vários casos de marcas de grande sucesso. As empresas se posicionam de forma única e de destaque em seu ramo de atuação. Logo, ao elaborar uma identidade, você deve explorar associações objetivas e subjetivas sobre os ganhos individuais do seu produto. Em adição, a marca deve propor benefícios à comunidade e se destacar perante a concorrência.

A construção de uma marca demanda esforços específicos. É um processo em constante mutação. Com este documento, propomos uma estratégia de criação de marca dividida em dez etapas:

  • Cuide da estratégia geral de negócios;
  • Identifique seu público-alvo;
  • Pesquise as Personas do seu público-alvo;
  • Construa o nome, logotipo e slogan;
  • Fortaleça o posicionamento da sua marca;
  • Desenvolva sua estratégia de comunicação;
  • Aprimore seu site;
  • Seduza com a sua estratégia de marketing de conteúdo;
  • Elabore seu kit de ferramentas de marketing;
  • Implemente, teste e ajuste.

Nosso convite é uma análise sobre o tema. De forma a auxiliar na determinação das tarefas a serem listadas e aplicadas. Estamos aqui propondo um modelo de aplicação variada. Logo, reforçamos que deve haver ponderação para cada caso.

Origem de uma marca na memória da audiência

A marca de um produto comercial deve trazer toda a compreensão sobre a reputação da empresa e sua visibilidade no mercado. A audiência precisa construir uma memória afetiva com o seu produto. O relacionamento entre o consumidor e a marca deve se guiar pela satisfação da experiência com o produto e por sua exposição nos meios de comunicação. Dessa forma, a força da sua marca pode ser medida como:

  • Reputação X Visibilidade.

A criação de uma marca não se resume apenas à criação da sua linguagem visual. Com isso, toda estratégia de marketing deve avaliar o produto, preço, praça, promoção, pessoas, processos, posicionamento e performance. Todo plano de comunicação deve considerar as vantagens e fragilidades para cada um desses parâmetros. Para dessa maneira, posiciona-se de forma diferenciada com relação à sua concorrência.

Como diz o dito popular: “Quando o produto é bom, é muito mais fácil vender”! Neste sentido, explore seu entendimento sobre seu posicionamento, gere interesse e crie a sua própria demanda. A marca deve se conectar com a sua audiência, o seu público consumidor.

Portanto, a criação de uma marca é um ato diário onde cada processo de conversão é um novo atendimento. A lembrança da experiência durante a jornada do consumidor deve trazer memórias satisfatórias, criando um vínculo afetivo com o seu cliente.

Desenvolvimento da lembrança da sua marca

O desenvolvimento da uma marca é o processo de criação e fortalecimento da lembrança sobre o produto ou serviço. Dessa forma, à medida que avançamos na construção de uma marca, evoluímos dentro de um processo dividido em três fases:

  • A primeira fase é acertar a estratégia de sua marca e alinhá-la com seus objetivos de negócios. Onde é constituído um plano de negócio para avaliar o retorno previsto aos investimentos necessários;
  • Em segundo lugar, é preciso desenvolver todas as ferramentas necessárias para dar suporte à divulgação da marca, como: seu logotipo, slogan e site;
  • Finalmente, vem a fase de fortalecimento de sua marca recém-desenvolvida ou atualizada.

Portanto, o processo de criação de uma marca deve mirar um lugar de destaque no imaginário do público consumidor. Assim sendo, seu plano de comunicação deve contemplar uma análise de oportunidades e ameaças externas, considerando seus pontos fortes e fragilidades internos da empresa.

Dessa forma, a estratégia na criação de uma marca passa pela elaboração de uma identidade iconográfica. Para tanto, criar um conceito simbólico que represente um produto comercial é mais complexo que apenas desenvolver uma linguagem visual. Passa pela rotina diária dos seus colaboradores e a impressão causada pela experiência do usuário. Com a popularização da internet e das mídias sociais, uma nova tática de marcar presença na memória do consumidor é a estratégia de marketing de atração e de conteúdo.

Uma estratégia para a criação da marca em dez etapas

A princípio, criar um passo a passo para a estratégia na criação de uma marca é um grande desafio. Primeiro, por não haver fórmulas exatas. Afinal, são tantas as variáveis na elaboração de uma identidade visual. Em segundo lugar, é que a marca deve “cravar na cabeça” do seu público-alvo conceitos e lembrança dos benefícios do seu produto ou serviço.

Dessa forma, qualquer estratégia de criação de uma marca precisa definir tarefas claras e objetivas. Para assim, transformarmos a ideia inicial em ações, para a sua concretização. Para tornar a tarefa mais fácil, esse artigo tem o objetivo de simplificar o processo, de forma generalista.

Entendemos que vai muito de caso a caso. Atualmente, há marcas que já nascem direto no universo digital. A ausência da experiência analógica traz grandes questões como a construção de uma reputação. Pois toda grande marca deve ter foco na experiência do usuário, tendo como objetivo a excelência no atendimento. A satisfação com o processo é a principal meta durante a jornada do consumidor.

Assim, oferecemos uma estratégia na criação de uma marca dividida em 10 etapas. No entanto, os passos propostos foram ordenados de forma para facilitar a reflexão. Mas não precisam acontecer exatamente nesta ordem. Assim, o plano deve se adequar a cada caso específico.

1. Cuide da estratégia geral de negócios

Em primeiro lugar, a criação de uma marca forte e diferenciada ajudará na evolução de sua empresa. Entre tantas opções no mercado, você deve posicionar sua marca de forma a ser lembrada no ato da compra. Dessa maneira, seu consumidor precisa saber da sua existência e considerá-la na pesquisa sobre o seu produto ou serviço.

Com isso, você deve refletir sobre que tipo de empresa você quer. A criação da linguagem visual deve refletir seus valores. Portanto, pense na função social do seu produto. Entenda as necessidades existentes do seu público e monte seu negócio para se tornar uma referência na sua área de atuação. A satisfação do cliente na jornada de consumo será a melhor forma de fidelização. Logo, por consequência, será a sua melhor forma de divulgação.

Nesse sentido, você deve refletir sobre o crescimento orgânico da sua estrutura. A estratégia geral de negócios é a base para sua estratégia de criação da marca. Então, esse é o seu ponto de partida. Seu plano de comunicação deve contemplar toda a sua audiência. Seja ela interna, na troca de informação com os seus colaboradores e fornecedores. Ou na comunicação externa, na propagação dos benefícios do seu produto.

Afinal, a elaboração da identidade deve incorporar seus princípios e valores. Quando a corporação entende onde quer chegar, a marca ajudará a chegar lá. Assim, sua estratégia de comunicação e marketing deve se alinhar diretamente com a construção geral das bases do seu negócio. Em síntese, coerência e linguagem simples te ajudarão nessa trilha.

2. Identifique seu público-alvo

Para criar uma marca, você precisa ter claro quem é o seu público-alvo. Normalmente, as empresas que tentam atingir a todos sem distinção acabam cometendo um grave erro. Através da experiência, percebemos que marcas de alto crescimento e alto lucro focam em clientes bem definidos.

Dessa forma, quanto mais estreito for o foco, mais rápido será o crescimento da empresa. Em contrapartida, quanto mais diversos forem os seus nichos, maiores serão os esforços no plano de comunicação. Afinal, são poucas as marcas que possuem uma verba para a divulgação sem restrições. Desse modo, todo investimento deve ser colocado em uma balança decisória.

A criação da linguagem visual deve incorporar os benefícios do seu produto e marca. Assim, entender as necessidades do seu cliente irá te conduzir a uma melhor compressão sobre as buscas da sua audiência. A elaboração de uma identidade deve passar pela lembrança dos benefícios e atributos do seu produto.

Portanto, saber sobre o seu público-alvo é de extrema importância para a sua estratégia de comunicação. Dessa forma, você deve mergulhar fundo no entendimento sobre os seus nichos de atuação. Então, é aí que entra a próxima etapa!

3. Pesquise as Personas para a criação da sua marca

Acima de tudo, as empresas que fazem pesquisas sistemáticas sobre o seu público crescem mais rápido e são mais lucrativas. Além disso, aqueles que pesquisam com mais frequência (pelo menos uma vez por trimestre) crescem de forma mais acelerada.

Para tanto, entender sua audiência não é só analisar os dados demográficos. Devemos conhecer nossa comunidade e “suas dores”. Dessa forma, devemos desenhar os “Avatares” da empresa, correlacionando com as necessidades do seu nicho de atuação.

Então, convidamos à compreensão do Mapa de Empatia para a sua marca, na construção de suas Personas. Para isso, o conhecimento do seu público-alvo demanda a reflexão sobre 6 perguntas:

  • O que ele pensa ou sente? 
  • O que ele ouve?
  • Quais são suas dores?
  • O que ele vê?
  • O que ele fala e faz?
  • Quais são suas necessidades?

Portanto, tenha em mente os perfis dos seus consumidores e fale com a audiência de forma direta. Para assim, antecipar suas necessidades e formatar a sua mensagem em uma linguagem que ressoe entre eles. 

Aprofunde-se mais o seu conhecimento sobre as Personas da sua empresa lendo nosso artigo sobre como elaborar um marketing de conteúdo realmente atraente.

4. Fortaleça o posicionamento da sua marca

Supondo que você já determinou o seu produto ou serviço. Então, seguiu na elaboração do plano de negócio, para ter uma visão geral das oportunidades e ameaças existentes. Sim, você precisa analisar concorrência e avaliar suas fraquezas e benefícios internos. Dessa forma, você está pronto para definir a posição de mercado da marca.

A estratégia na criação de uma marca deve refletir sobre os benefícios da sua empresa. Aqui, propomos a reflexão sobre a essência do negócio. Por que seus clientes em potencial devem escolher seu produto ou serviço ao invés da concorrência?

A elaboração de uma identidade consistente deve se aprofundar sobre visão e missão da empresa. Assim, para constituir um discurso único e coerente, você deve pensar e propor uma promessa. Essa declaração de posicionamento tem normalmente entre três e oito frases que sintetizam a essência da sua marca.

Dessa forma, criamos à empresa uma alma sólida e, principalmente, propomos uma unicidade no discurso dos parceiros. Esses valores devem ser tangíveis e refletirem a realidade. Pois você terá que cumprir o que promete. Incorpore no discurso as necessidades do dia a dia, que conduza seu funcionário a excelência no trabalho. Pense, também em valores aspiráveis, para que sua equipe tenha algo pelo que se esforçar.

5. Construa o nome, logotipo e slogan

Normalmente, para muitas empresas, não é necessária uma mudança de nome. No entanto, se for uma empresa nova, estiver passando por uma fusão ou estiver com a imagem saturada, uma mudança de nome pode ser necessária. Nesse sentido, um novo logotipo e slogan podem fazer sentido para apoiar melhor o posicionamento da sua marca.

O processo para a criação da marca deve ponderar todas as oportunidades e vantagens nesse reposicionamento. Incorpore à marca o máximo de atributos explorados e identificados nas etapas anteriores. Pense, também, na dificuldade de garantir uma originalidade com tanta coisa sendo criada a cada segundo. O esforço que é achar URL livres ou perfis das mídias sociais com nomes comuns ou de grande propagação.

No entanto, lembre-se de que o nome, logotipo e slogan não são sua marca. Eles fazem parte da identidade visual da sua empresa. Eles dão suporte aos aspectos da comunicação e simbolizam vigor para a lembrança da sua marca. Portanto, criar uma identidade passa pela vivência de uma marca para se tornar real. Pense que o nome, logotipo e slogan são para o mercado e o seu público-alvo. Invista em uma pesquisa. Procure entender a aceitação da sua audiência. Dessa forma, sua identidade iconográfica deve refletir sua capacidade de comunicação.

Finalmente, preocupe-se também na construção de um manual de aplicação para a sua linguagem visual. Divulgue-o amplamente por entre seus parceiros. Para dessa forma, evitar o uso indevido e a má aplicação de seu ícone ou logo. Esse entendimento único é muito importante na construção de uma marca.

Comunicação

6. Desenvolva sua estratégia de comunicação

Portanto, seu próximo passo no desenvolvimento da marca é a elaboração de uma estratégia de comunicação. Ela deve divulgar o posicionamento de sua marca, com mensagens direcionadas para os diferentes públicos-alvo.

Desse modo, sua audiência inclui clientes, colaboradores, fornecedores, influenciadores e qualquer outro tipo de parceiros. Mesmo que o posicionamento de sua marca seja único para todos, cada um deles terá interesses específicos. Então, a comunicação deve considerar os pontos mais relevantes para cada nicho. Pois, cada público tem preocupações específicas.

Logo, cada perfil demanda diferentes tipos de abordagem para fixar a sua mensagem. No entanto, por mais que você utilize os mais diferentes tipos de mídias, seu produto ou serviço é um só. Em suma, a comunicação deve ser específica para cada tipo de canal ou público. Mas, visualmente falando, deve remeter a um único universo iconográfico.

Por fim, seu plano de comunicação deve atender os diferentes tipos de necessidades. Afinal, esta é uma etapa importante para tornar sua marca relevante. Dessa forma, a elaboração da identidade visual da sua marca deve criar lembranças únicas da sua empresa. A experiência do usuário com a marca deve remeter a uma lembrança visual única e memorável.

A estratégia de marketing digital quando bem empregada pode gerar mais captação de clientes e melhores resultados. Saiba mais como fazer a estratégia digital do seu negócio.

7. Aprimore seu site

Com o isolamento das famílias em seus lares, o seu site é o principal canal de sua marca. Atualmente, é o lugar onde seu público busca para saber o que você faz, como faz e quem são seus clientes. Sabemos que seus potenciais clientes provavelmente não escolherão sua empresa apenas com base no seu site. No entanto, eles podem desconsiderar sua empresa se o seu site for mal resolvido ou propagar uma mensagem errada.

Além disso, entenda que seu site abriga o seu mais valioso conteúdo. Dessa forma, esse conteúdo deve unir os esforços na otimização para os buscadores na internet (SEO). Para assim, seus clientes, funcionários e interessados o encontrem e aprendam com e sobre a sua empresa.

Nos dias atuais, existem dois tipos de sites profissionais. O primeiro exemplo são sites que contam a história da empresa e transmite quem você é, a quem serve e o que faz. Em suma, transmitem a sua mensagem e reforçam sua linguagem visual da sua marca.

O outro tipo faz o que foi dito acima, gera e cativa novos clientes. Por essa razão, são conhecidos como sites de alto desempenho. Portanto, o conteúdo online é fundamental na estratégia de atração. Dessa forma, seu plano de comunicação deve dedicar uma atenção especial a esse tipo de canal.

Por fim, tenha os perfis e páginas nas mídias sociais como forma da atração para o conteúdo do seu site. Saiba mais com usar essas redes em nosso Guia para impulsionar a sua marca nas mídias sociais.

8. Seduza com a sua estratégia de marketing de conteúdo

Com a alta conexão do público com as redes sociais, a estratégia de marketing de conteúdo tornou-se particularmente tática para empresas. Já que a disponibilização de conteúdo se apresenta mais eficiente o marketing tradicional. Em sua essência, investimentos na geração de um conteúdo realmente atraente seduz, nutre e qualifica seus futuros clientes. Para dessa forma, fidelizá-los.

A força da sua marca é impulsionada tanto pela reputação quanto pela visibilidade. Portanto, não adianta impulsionar a visibilidade sem fortalecer sua reputação. É por isso que campanhas tradicionais de “conscientização” costumam produzir resultados decepcionantes. Por outro lado, o marketing de conteúdo aumenta a visibilidade e a reputação ao mesmo tempo. Pois torna sua marca relevante, quando há a identificação pelo seu público-alvo.

Portanto, o profissional de marketing digital deve ser curioso, ter visão de futuro e foco nos negócios. Entretanto, entender os dados analíticos é fundamental. O uso de ferramentas de Web Analytics são bastante simples. Em contrapartida, o cruzamento das informações fornecidas pelos Analytics com os dados do seu CRM e e-commerce será crucial para melhorar a estratégia dos negócios no futuro.

O marketing de conteúdo e a análise de inteligência das empresas têm muitos profissionais empenhados na manipulação dos meta-dados. Hoje, as ferramentas de análises já nos dão as respostas sobre a buscas na internet. Basta saber o que e como perguntar.

Ferramentas

9. Elabore seu kit de ferramentas de marketing

A próxima etapa do processo na consolidação de uma marca é constituir o seu kit de ferramentas de marketing. Isso inclui “planilhas de controle” para o seu ambiente digital que acompanhem o desempenho das ofertas dos seus produtos e os principais mercados atendidos.

Além disso, você deve montar uma breve “apresentação” com uma visão geral da empresa e suas principais ofertas. Bem como, a divulgação de um folheto eletrônico, que mostre os benefícios do seu produto. Esse material deve promover o engajamento da empresa com a comunidade. Em um mundo preocupado com a sustentabilidade, essas peças estão se tornando raras em suas versões impressas.

Cada vez mais, esse kit de ferramentas de marketing e o material de divulgação usam o suporte da internet e vídeos. Conteúdos em vídeo incluem visões gerais da empresa, relatos de casos bem-sucedidos ou vídeos que promovam engajamento de novos parceiros. As principais ofertas também são muito úteis.

Dessa forma, essas ferramentas não servem apenas para o desenvolvimento do negócio, mas também são importantes para a divulgação da empresa. A criação da marca não se limita ao desenvolvimento da linguagem visual. Portanto, tenha em mente que sua marca reflete os benefícios e reputação do seu produto ou serviço. Então, entenda “as dores” da sua audiência e proponha soluções. Antecipe-se sobre o que falar e para quem falar.

10. Implemente, teste e ajuste

Finalmente, chegando à etapa conclusiva do processo de desenvolvimento da marca, que consideramos como uma das mais importantes. Obviamente, uma estratégia de desenvolvimento de marca memorável não adianta muito se ela nunca for implementada.

Nessa hora, você pode se surpreender com a frequência com que isso acontece. Dessa forma, uma estratégia de marketing sólida deve mostrar as boas intenções de empresa. A realidade é efêmera e melhor fonte de feedbacks e insigths. Invista em pesquisa! Crie uma relação de troca com a sua audiência.

É por isso que o acompanhamento no desenvolvimento da marca é tão importante. Por isso que recomendamos fortemente acompanhar a aplicação do plano de comunicação e também dos seus resultados. A estratégia foi implementada conforme planejado? O que aconteceu com os parâmetros de mensuração objetivos como tráfego de pesquisa e visitantes no site? Quantos novos leads, interação com os colaboradores e oportunidades de parceria foram gerados?

Em suma, somente acompanhando todo o processo você pode validar a precisão das suas hipóteses e promover os ajustes assertivos. O modelo de Design Thinking é primordial nessa etapa. Crie suas hipóteses, implemente-as em seu protótipo, promova todos os testes necessários. Ajuste seu produto, site ou plano de comunicação, caso seja necessário.

Conclusão para a consolidação de uma marca

Em síntese, foque na excelência no atendimento e na experiência do usuário durante a jornada do consumidor. Afinal, os clientes satisfeitos são seus melhores propagadores dos benefícios doseu produto e da sua marca. Pois a reputação é um dos principais lastros para qualquer negócio.

Por outro lado, é o dia a dia que consolida a imagem de uma empresa. Para isso, o ajuste das áreas internas e constante preocupação com treinamento e aperfeiçoamento dos parceiros vão garantir a sua entrega. 

Dessa forma, propomos uma estratégia de desenvolvimento de marca, dividida em dez etapas:

  • Cuide da estratégia geral de negócios;
  • Identifique seu público-alvo;
  • Pesquise as Personas do seu público-alvo;
  • Construa o nome, logotipo e slogan;
  • Fortaleça o posicionamento da sua marca;
  • Desenvolva sua estratégia de comunicação;
  • Aprimore seu site;
  • Seduza com a sua estratégia de marketing de conteúdo;
  • Elabore seu kit de ferramentas de marketing;
  • Implemente, teste e ajuste.

Então, exploramos a importância de possuir uma linguagem visual única. Assim como, avaliamos a estruturação de uma estratégia de marketing de conteúdo para a atração da sua audiência. 

Você se interessou pelo assunto? Entre em contato com os nossos consultores com expertise no assunto.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Deixe seus dados que entraremos em contato